TRANSPORTES

O sistema de transportes em Londres é muito eficiente e com variados tipos de opções.

Veja algumas delas:

Metrô

Saber em que direção fica o local para onde você quer ir vai te ajudar a entender melhor o mapa do metrô. Veja este exemplo: você quer ir para Notting Hill e está na Oxford Circus Station. Se olhar no mapa, verá que Notting Hill está do lado esquerdo (Oeste). Pegando a Central Line (linha vermelha), você deverá seguir as indicações na estação para Westbound (em direção a Oeste). Se o seu destino for a Liverpool Street, sua direção será Eastbound (Leste). O mesmo acontece quando você quiser ir para Northbound (Norte) e Southbound (Sul).

Outra dica importante: algumas linhas, como a Northern Line por exemplo, possuem bifurcações e, se não prestar atenção, poderá seguir o caminho errado. Vou dar um exemplo: você está na Tottenham Court Road Station (Northern Line – linha preta) e quer ir para Woodside Park (Northbound). Na mesma plataforma irão passar três opções: Edgware, Mill Hill East e High Barnet. Se olhar no mapa, verá que o seu destino fica na direção de High Barnet e é esta linha que deverá pegar. Como saber? Basta ler na frente do trem. Outro exemplo: o seu hotel fica em Earl’s Court e você quer ir para o aeroporto de metrô. Nesse caso, teremos quatro opções: Uxbridge, Terminal 1, 2, 3, Terminal 4, Terminal 5. Não se engane para não perder o seu voo!

 

Ônibus

Andar no tradicional double decker de Londres é uma experiência única, especialmente se você for no andar de cima e bem na frente. Mas saiba que não é permitido ficar em pé no andar superior e nem nas escadas. Caso não tenha nenhum lugar disponível em cima, você terá que descer. Se não respeitar, o motorista chamará a sua atenção pelo alto-falante.

A desvantagem de andar de ônibus é a demora. O trânsito na maioria das ruas centrais é mais lento e, se você não tem tempo a perder, caminhe e utilize o metrô para as distâncias mais longas.

Em todos os pontos de ônibus você encontrará as informações que precisa para se deslocar. Observe  a imagem ao lado para que você aprenda a decifrar as placas:

“S”: indica no mapa a localização do ponto.

“Victoria Station”: a sua localização

“Towards Marble Arch”: quer dizer que está indo para Marble Arch.

“2”, “16”, “32”… são os ônibus que param ali. No caso do “436 (Buy ticket before boarding)”, caso você não tenha bilhete ou cartão, deverá comprá-lo antes de embarcar. Provavelmente terá uma máquina bem ao lado do ponto.

“N16” e “N36”: o N na frente indica que são Night Buses, ônibus que circulam a partir da meia-noite durante toda a madrugada, e que, muitas vezes, fazem caminhos um pouco diferentes dos diurnos para compensarem as linhas que não circulam nesse horário.

Você também encontrará informações dos horários de cada linha, o tempo médio de espera entre um ônibus e outro e também informações sobre os Night Buses. Dentro da grande maioria dos ônibus há um letreiro que informa a próxima parada e, se tiver um pouco mais de conhecimento de inglês, também ouvirá a informação pelo auto-falante.

A forma de pagamento é igual a do metrô: Oyster Card, One Day ou em dinheiro direto com o motorista. Porém, esta última é mais cara.

Overground

É um meio de transporte muito utilizado em Londres e é semelhante ao metrô, com a diferença de ser mais alto e de circular somente na superfície. Faz parte da rede de transportes da cidade, sendo possível utilizar as mesmas formas de pagamento dos outros transportes.

FORMAS DE PAGAMENTO

Existem várias opções para você escolher a que melhor se encaixa com a sua passagem por Londres:

OYSTER CARD – é um cartão recarregável que custa £5.00 e é reembolsáveis na devolução. É a melhor forma de pagar os transportes. Além disso, as tarifas custam menos do que pagar individualmente. Ele pode ser comprado em qualquer estação de metrô e possui duas modalidades:

PAY-AS-YOU-GO (pré-pago) –  você carrega o seu Oyster Card com uma certa quantia em libras tanto na bilheteria como nas máquinas e, à medida que usa o transporte, o valor da passagem vai sendo descontado. Porém, esse valor nunca irá ultrapassar o valor de um bilhete diário (daily cap) dentro da zona que comprar. Quando a soma dos bilhetes chega nesse teto diário, nada mais é descontado. Isso significa que você pode usar o metrô, ônibus, DLR, overground, tram,  quantas vezes quiser naquele dia, sem pagar mais por isso.

PASSES – você também pode carregar seu Oyster Card com um passe semanal, mensal ou anual, chamado Travelcard. Se a sua estadia for de 4 à 7 dias, compensa comprar um passe de uma semana  mesmo que não fique os dias todos. Você pagaria £33.00 (2017) para utilizar qualquer transporte público, ilimitadamente, dentro das Zonas 1 e 2.

ONE DAY TRAVELCARD – Se você for permanecer na cidade por pouco tempo e não quiser adquirir o Oyster, poderá adquirir nas próprias estações de metrô um One Day Travelcard que é um passe emitido em papel e é descartado quando termina sua validade. Você poderá utilizar os transportes dentro das zonas que escolher desde o momento da compra até às 04:30 do dia seguinte, porém é mais caro que o teto diário do Oyster.

Veja abaixo os preços válidos a partir de 02/01/2018:

Day Travelcard “off peak” é válido para compras a partir de 9h30 da manhã

Veja aqui a tabela com todas as tarifas válidas a partir de 02/01/18

SINGLE FARE – Mesmo que você só fique um dia em Londres (o que seria imperdoável para uma cidade com tantos atrativos) NUNCA compre bilhetes unitários (Single Fare). Você pode optar por comprar o One Day Travelcard que lhe dará o direito de utilizar todos os transportes públicos dentro das zonas que escolher, ou o Oyster Card. Tanto num como noutro, você tem a opção de apenas um dia ou de uma semana. Só recomento o Single Fare se você for utilizar o transporte apenas uma ou duas vezes no dia. Caso contrário, escolha uma das opções acima.

Se tem algo que deixa os londrinos e residentes furiosos é alguém atrapalhando seu caminho, seja nas catracas ou nas escadas rolantes. Certifique-se de estar com seu passe à mão quando chegar na estação e de ficar do lado direito nas escadas rolantes para que os apressados não percam tempo. Ninguém irá lhe empurrar escada abaixo ou lhe xingar, mas ficarão impacientes atrás de você.

Adriana Rabaço

Leave a reply

All for Joomla All for Webmasters